terça-feira, 9 de agosto de 2011

A primeira festa - Tchanã!

Daí que o tempo passou rapidola e a baby completou 1 aninho. Um ano tão marcante e repleto de experiências maravilhosas pra gente. E com isso escutei a pergunta: "já tá vendo a festinha dela?". Nunca pensei em fazer megafesta. Ok, o fator principal foi a grana mas tb não morro de amores por casa de festas não. Acho que algo mais, digamos, artesanal faz mais a minha cabeça. Tanto que quando penso em temas, os campeões são os lúdicos: passarinho, catavento, patinho... Ainda mais para 1 ano. E tb sou da turma que acredita que criança se diverte com pouco. A gente é quem gosta de enfeitar pavão - sinto que vou morder a língua pois quem garante que não posso pirar ano que vem?

Então decidi fazer um bolinho - adoro essa expressão! - para a família na casa da vó. Mesmo sendo petit comité, quis fazer uma graça sem gastar muito. E pra isso, rolou uma manhã inteirinha no Saara (pra quem não é o do Rio: em vez de deserto, é um mar de lojinhas de tudo o que se possa imaginar).

O resultado foi esse aqui:

- Bolo (detalhe para as microperolinhas rosas na base) e cupcakes feitos com o maior amor do mundo pela tia-avó da baby: juro, o mundo está perdendo um talento bolístico!
- Buffet Beliskets: nada de garçon, gente! Festa "A Grande Família" mesmo. Encomendei, busquei e amei!
- Docinhos Cris e Nanda: um pouquinho de cada é a melhor pedida. Brigadeiro de limão siciliano é o que há! Mas os doces, digamos, mais tradicionais não faltaram.
- Etiquetas para espetar nos docinhos, bandeirolas e convites DuoO Design: a Alê continua firme e forte como a preferida nesse quesito.
- Tecidos Caçula: para a toalha de mesa (bainha simples feita pela vó) e para as bandejas fake - eram tampas de caixas dessas de loja de roupa mesmo, forradas pacientemente pela minha irmã.
- Forminhas "de uma das mil lojas da Senhor dos Passos": uma entidade criativa baixou em mim e foram parar tb no enfeite do bolo, peduradas em palitinhos de churrasco forrados.
- Lembrancinhas Mimozário: biscoitinhos da sorte de tecido, com mensagem do jeito que vc pedir. Como a festa tinha mais adulto, achei a opção perfeita e que dá para guardar pra sempre.
- Fita personalizada La Pomme: coisa mais rica, gente. Tem fita por vários anos!






Resolvi fazer esse post pois fiquei realmente feliz com o resultado, que pra mim ficou tão lindo, na nossa medida. E acho que esse é o mesmo sentimento que move tantas mães, tias, avós, enfim, quem faz festinhas pra seus queridos a compartilharem isso na web. Não é exibicionismo. É orgulho dos pequenos mesmo ;)

4 comentários:

Beta disse...

Ficou lindo Cris! Parabéns pra Belloca! :)
beijos!

Ana Carla disse...

Cris
Que lindo amei! ficou tão fofo, como Belloca!
Por favor preciso comer isso "Brigadeiro de limão siciliano" :)
Bjão

Cissa disse...

Cris, ficou MARAVILHOSO. Amei.
Menos é sempre mais. Tenho pavor das casas de festas tambémmmm...
bjs
Cissa

Cris - Compra Imaginária disse...

Brigada, meninas! :)

Cissão, quando for a sua vez, esvazia a piscina da cada da mamãe e enche de bolas. Vai ser mó sucesso!!